Vinícius do Carmo, em Salvador-BA

 

No último final de semana (02 e 03/11), a CBJ – Confederação Brasileira de Judô realizou na cidade de Canoas/RS, a Seletiva de Base Sub-18 que contou com a participação de 450 atletas de 160 clubes de 21 estados brasileiros.

O evento serviu para distribuir os primeiros pontos para o ranking nacional 2019 da categoria Sub 18. Os campeões das 16 categorias garantiram uma vaga para integrar a seleção brasileira juvenil na Copa Europeia Sub-18 de Fuengirola, na Espanha, no período de 10 a 20 de fevereiro, e terão todos os custos da participação bancados pela CBJ. Nenhum baiano conseguiu sagrar-se campeão.

Além disso, a competição serviu para classificar os 08 primeiros colocados para o Meeting Nacional das Categorias de Base, competição nacional realizada pela CBJ que reunirá os oito melhores colocados de cada categoria na Seletiva mais quatro atletas indicados pela comissão técnica da Base da CBJ. Esse evento será em São Paulo, nos dias 02 e 03 de fevereiro de 2019. Baianos classificaram!

O técnico Arnou Lobo Júnior, da Academia Nissei de Judô, ficou responsável com a delegação baiana masculina. Os resultados:

Rafael Ribeiro, Luis Henrique, Geferson Meireles Jr, Arnou Lobo Jr e Felipe Rebouças

  • Géferson Meireles Jr -55 kg – Judô Nintai- ganhou 3 lutas, perdeu na semi e venceu a disputa da repescagem – ficou em 4º lugar – classificado para o Meeting

  • André Carvalho -73 kg – Judô Ação, ganhou 3 lutas, perdeu na semi e perdeu na repescagem – ficou em 5º lugar – classificado para o Meeting

  • Rafael Ribeiro -55 kg – Esporte Clube Vitória, ganhou 2 lutas, perdeu nas quartas e perdeu 3 lutas na repescagem, ficou em 9º lugar

  • Luis Henrique Pandini -60 kg- Judô Nissei, perdeu na primeira luta

Ana Silva, -40kg, classificada pela Sespor de Madre de Deus

A judoca Ana Silva, -40 kg, do Programa Mais Esporte Madre de Deus, conseguiu um 4º lugar e é a única representante da delegação baiana feminina classificada para o Meeting, com supervisão do professor Luiz, da Sespor.

O técnico Arnou Lobo Jr, técnico da delegação masculina analisou a participação da delegação baiana na competição.

“Foi uma competição muito forte, os melhores do Brasil, realmente, com os atletas buscando vagas na seleção de base. Nossos judocas baianos lutaram bem, tivemos evolução de 2017 para cá. Em 2017, classificamos apenas 2 atletas para o Meeting: 1 masculino e 1 feminino, agora foram 3 atletas, 2 masculinos e 1 no feminino, sem contar duas atletas que hoje estão no Minas Tênis Clube, Jaqueline e Rachel”.