Graduação FIJ B concebida ao Presidente de Arbitragem da Febaju, Paulo Latif / (Foto: Acervo pessoal)

Fim de semana de conquistas para os atletas Edvaldo Luiz (Mestre Serrinha), Gianfranco Almeida, que também é diretor geral da Febaju, e para o diretor de arbitragem Paulo Latif, que passou ao quadro de árbitros com qualificação FIJ B, durante o Campeonato Pan-Americano e Sul-Americano de Veteranos, realizado de 17 a 19 de agosto em Buenos Aires, Argentina.

Mestre Serrinha, campeão panamericano e sulamericano, sofreu com os 8° de Buenos Aires / (Foto: Acervo pessoal)

O Mestre Serrinha sagrou-se campeão pan-americano, no sábado (18), e sul-americano, no domingo (19), ao derrotar, em duas séries de melhor de três lutas, o argentino Raul González. Com uma longeva carreira e um currículo repleto de títulos, Serrinha teve um adversário a mais na disputa.

 

“Tive muita dificuldade com o frio, pois estava fazendo oito graus de temperatura num ginásio aberto, então foi difícil se adaptar. Tive tonturas e precisei recorrer a energéticos e muito aquecimento antes das lutas. Foi uma vitória da superação, realmente”.

Já Gianfranco Almeida fez a dobradinha ao conquistar dois bronzes no Pan-Americano e Sul-Americano. De 8 lutas nos dois dias de competições, Gianfranco venceu 6, um excelente resultado para quem teve a preparação comprometida por uma lesão.

Gianfranco Almeida exibe uma das medalhas de bronze conquistadas nos dois torneios / (Foto: Acervo pessoal)

“Tive uma lesão no punho direito que quase rompeu totalmente o ligamento, então foquei na parte física, mas, ainda assim, não abri mão da parte técnica do judô. Enfrentei adversários duríssimos, inclusive venci o campeão do Pan-Americano, no

Sul-Americano”, comemora.

Também no evento, o árbitro Paulo Latif, com quase 40 anos de arbitragem de judô e o respeito de todos os outros colegas, foi promovido e juntou-se ao quadro de 24 árbitros brasileiros com qualificação FIJ B, tornando-se um dos (apenas) três árbitros do nordeste com esse reconhecimento da Federação Internacional de Judô.

O árbitro Paulo Latif junta-se ao seleto grupo de árbitros brasileiros com graduação FIJ B / (Foto: Acervo pessoal)

“A vida nos dá oportunidades que devemos aproveitá-las. Tive a oportunidade de me tornar FIJ C em 2012 e estou tendo agora a graduação FIJ B. Talvez eu já tivesse a graduação FIJ A há algum tempo se não existissem as dificuldades políticas e outros percalços, mas o importante é que tenho o respeito dos colegas FIJ A e das demais graduações, e estou muito feliz com esta conquista”.

 

 

 

 

 

 

 

Confira abaixo a relação de atletas que representaram a Febaju na competição:

HAKSON DOS SANTOS ANDRADE – Campeão pan-americano e sul-americano / -66kg

JOSÉ ANTONIO DA CONCEIÇÃO SANTOS – Bronze no Sul-Americano / -73kg

JAMES MENEZES DA SILVA – Bronze no Pan-Americano e Sul-americano / -81kg

GIANFRANCO SILVA DE ALMEIDA – Bronze no Pan-Americano e Sul-Americano / -90kg

ALEXANDRE TRINDADE SOUZA – Bronze no Sul-Americano / -100kg

EDVALDO NASCIMENTO LUIZ – Campeão pan-americano e sul-americano / -60kg

ROSANE MENDES S. D’ANDREAMATTEO – Campeã pan-americana e sul-americana / -48kg

JOSE ROBERTO ARAUJO SANTOS